Score the podcast ep1

Score, a Film Music Podcast

If you love film music and how it is made, then this is the podcast for you

Following on from the movie “Score: A Film Music Documentary”, comes a podcast that I highly recommend: Score: the podcast.

Score mixing is one of my favorite jobs, so it’s fascinating listening to stars of the industry talk about film music. 

For example, this is how the producers describe the podcast:

The only show that takes you inside the studios of Hollywood composers, with engaging conversations and musical demonstrations…

…the weekly SCORE: THE PODCAST celebrates the musical heartbeat and emotive power of modern storytelling.

Join hosts Robert Kraft and Kenny Holmes as they open the door to the creative, musical and fascinating personalities of the men and women who create music for the world’s most popular films, TV shows and video games.”

Among the guests are: Heitor Pereira (The Lion King), John Powell (Rio), Ramin Djawadi (Game of Thrones) and  Kyle Dixon & Michael Stein (Stranger Things). 

So far there have been 57 episodes, full of anecdotes and insights as well as a fair share of humor.

So here is a link to the first episode: Episode 1 and at the bottom of that page are links to where the podcast is available.

Finally, if you need music or score mixing for your film, please get in touch.

We are equipped for Remote Collaboration with Source-Live Pro, the only HD video software streaming application that syncs audio directly with a DAW / NLE for accurate audio approval to picture.

You can see and hear some of our work here: Cool Tunes Cinema portfolio

Pós-Produção e Finalização 5.1 tv

Mixagens 5.1 para a nova temporada de Merlí

Movistar prepara uma nova temporada da séries de tv Merlí com mixagens 5.1. A nova temporada se chama “Merlí-Sapere Aude”, traduzido do latim como “Ouse ser Sábio”. É produzida pela TV Verdana, como nas temporadas anteriores,  e dirigido pelo mesmo diretor da serie original, Héctor Lozano.

O “spin-off” da ficção começará alguns meses após a morte de Merlí, quando Pol Rubio inicia seus estudos na Faculdade de Filosofia, e se concentrará no desejo de aprender do jovem e seu processo de amadurecimento.

É una produção bem internacional. A produção está sendo feito em Barcelona, Espanha com a trilha sonora do compositor Xavier Capellas. Gravado com a Orquestra Sinfônica de Budapeste, Hungria e as mixagens estão sendo realizadas em 5.1 por Guy Wenger do estúdio Cool Tunes de Florianópolis.

Mas como é trabalhar num seriado, com datas de entrega apertadas, entre Espanha, Hungria e Brasil?

Bem, a Cool Tunes está equipada para  colaboração remota em tempo real ao redor do mundo. Preparamos as mixagens e enviamos um link para o compositor e diretor conectarem-se com nosso estúdio. O streaming está criptografado e sincronizado com o filme. Se for preciso ajustar a mixagem, o fazemos juntos na hora. É como se estivéssemos fisicamente juntos em Florianópolis. Depois enviamos as mixagens para Espanha.

Mas apesar da velocidade na hora da produção, ainda não sabemos quando a série vai chegar as telas do Brasil. Esperamos que seja logo!

Ao propósito, além de mixagens de música em 5.1, também criamos trilhas sonoras originais

E assim como trabalhamos com a Espanha, também trabalhamos com outros países e estados do Brasil. Tudo em tempo real! Com a colaboração remota, você obtém excelentes resultados rapidamente, juntamente com eficiência e economia!

 

Mixagens Madrid

Nossos raízes e valores

A última sessão

Estava ficando tarde. Eu estava mixando uma sessão de música em um estúdio fantástico. O relógio branco do estúdio mostrava 23:30 e faltava meia hora para o final da sessão.

Nós tínhamos gravado dez músicas e elas estavam soando ótimas. No entanto, a performance vocal em três músicas não era boa. O produtor passou tanto tempo nas guitarras que sobrou pouco tempo para os vocais. A cantora tinha lágrimas escorrendo pelo rosto porque o produtor a forçou a cantar em seu estilo, não no dela.

Fizemos as mixagens com pressa e, sem surpresa, ficamos infelizes com os resultados. Se a performance não for boa, você não poderá corrigi-la no mixagem. Uma sensação de melancolia pairava sobre o estúdio. A sessão terminou. Não havia mais dinheiro disponível.

Eu odiava não conseguir bons resultados por conseqüência de falta de dinheiro. Por isso resolvi me tornar um produtor, alem de engenheiro, e montar meu próprio estúdio para gravar e mixar. Queria ter minha própria produtora de áudio.

O custo do analógico

Nós estávamos gravando em fita de duas polegadas Ampex 456 Grand Master. Cada rolo custava cerca de US $ 300 e cabia três músicas. O gravador de vinte e quatro faixas, um Otari MTR90, custava quase o mesmo que um pequeno apartamento! Era o ano  1994. Os estúdios de gravação estavam prestes a serem virados de cabeça para baixo.

A oferta da revolução digital

Em 1992, a Alesis lançou o gravador modular de oito pistas Adat. Você poderia encadear Adats juntos para fazer um gravador de 32 pistas se você quisesse e cada Adat custava cerca de US $ 3995. Assim, um gravador de 24 pistas custaria cerca de US $ 14.000, incluindo o controle remoto da Alesis BRC. Muito menos do que o custo de um Otari MTR90!

A outra grande mudança veio com a chegada da mesa de mixagem digital Yamaha Promix 01 em 1994. Este era um mixer programável com operação semelhante a analógica. A qualidade do som rivalizava ou excedia a das mesas de mixagem analógicas comparáveis.

Meu plano

Então eu poderia usar gravadores Adat, o Yamaha Promix 01 e automatizar o mixagem usando um dos meus Atari 1040STs. Eu poderia alcançar uma qualidade que, comparada aos estúdios analógicos maiores, custaria uma fração do preço e passaria a economia para os meus clientes. Por fim, poderíamos usar mais tempo no estúdio para obter melhores resultados e meus clientes economizariam dinheiro. Aliás, havia outro bônus, o sistema Adat era portátil e podíamos gravar onde quiséssemos.

O próximo passo

Então, eu sabia o que eu queria, só precisava do dinheiro. Felizmente consegui um empréstimo do banco e um empréstimo do meu sogro. Assim que comecei a converter um dos quartos do nosso apartamento em Barcelona em um estúdio. Ainda que tinha uma acústica ruim, foi um começo e consegui bons resultados. Era o ano 1995. Posteriormente, construí outro estúdio melhor em Barcelona.

Avanço rápido para Florianópolis

Uma mudança em 2011 para o Brasil gerou um novo estúdio projetado para mixagem para cinema e tv. Demorou um ano para ser construído e foi executado com os mais altos padrões de qualidade. Por fim eu tinha uma ótima acústica e uma grande tela de projeção!

Por que eu faço isso?

Acima de tudo, eu adoro trabalhar com som e quero fazer trabalhos dos quais eu me orgulho. Além disso, eu quero criar o extraordinário e fazer parte de algo especial.

Se você tem um projeto e quer conseguir grandes resultados, entre em contato. Gostaria ajudá-lo a contar sua historia da melhor maneira possível. Porque o seu sucesso é o meu sucesso!

tratamento de áudio

Seu áudio está ruim?

Muitas vezes nos perguntam, “Você pode melhorar esse áudio para conseguir escutar melhor?”

Pois, tudo depende, mas podemos conseguir resultados incríveis! Nesse post vou explicar como salvar uma gravação ruim e quando isso é possível.

Quais problemas tem seu áudio?

Muitos problemas afetam os diálogos. Ainda que podemos entender o que foi dito, tem sons que incomodam o ouvinte. Assim que temos que reduzir ou eliminar ruídos que podem estragar uma cena. Sons como uma moto, uma buzina, ou outras pessoas falando, não ajudam contar sua história. Além disso podem distrair da emoção que você quer transmitir.

Quais sons que você tem mais chance de suprimir?

Sons de corta duração, por exemplo uma buzina. Também você tem alta chance de reduzir sons que permanecem constantes e não mudam.

Agora, os sons que mudam de frequência, como uma moto acelerando,  são mais difícil de esconder.

Mas se entendo o diálogo, porque é preciso suprimir os ruídos?

Normalmente uma cena está composto de vários tomas. De fato muitas vezes as tomas estão gravadas em diferentes dias. Por exemplo, um dia estava chovendo e o outro não. É provável que o som de fundo seja diferente entre as tomas. Se por acaso existir um som que corta em seco no ponto de edição, será preciso excluir-lo ou adicionar outro igual. Ou seja você precisa fazer a mudança de uma toma ao outra invisível.

E se você tiver uma gravação muito ruim?

Talvez não seja possível restaurar o áudio para poder entender-lo bem, mas sempre podemos melhorar o áudio para que não irrita ao ouvinte. Embora você possa adicionar legendas para entender um dialogo, o áudio precisa ser tratado para não incomodar o espectador. As pessoas toleram video desagradável porem não toleram áudio desagradável. Sempre vale a pena perguntar a um experto se é possível salvar uma gravação ruim ou ao menos fazer que não seja irritante . É só enviar o áudio para avaliação.

Quais equipamentos vocês usam?

Izotope RX7 Advanced e Waves plug-ins. Além do software é muito importante escutar o áudio numa sala silencioso. Se você têm ruído na sala você não vai perceber se tem ruído no áudio. Igualmente você deve usar monitores que reproduzem todas as frequências. Por isso utilizemos monitores de alta gama Miller & Kreisel, contratamos a Philip Newell para projetar o estúdio,  e colocamos os computadores e equipamentos com ventiladores fora, em outra sala. Assim conseguimos ouvir tudo e saber até qual ponto podemos processar o áudio. Sem criar artefatos demais.

Dicas para a restauração de áudio.

Antes de tudo conferir o áudio no momento que você está gravando. Assim se existe um problema você vai saber na hora e você pode repetir a gravação. Em segundo lugar você não deve processar demais. Portanto ouvir o áudio em contexto. Sobretudo não é preciso tirar todo o ruído, somente o suficiente. E por último, o mais importante é sempre trabalhar com uma copia do arquivo, nunca o original!

Exemplos de restauração.

Faixas de diálogo com problemas de microfone:

Você vai ouvir esses sons em isolação para perceber as diferencias. Apesar dos artefatos, o áudio processado pode ser usado em um projeto.

Antes

Depois

Ruído de fundo constante é reduzido de forma mais transparente:

E se não for possível salvar uma gravação ruim?

Nesse caso você precisa gravar de novo. Todavia você pode utilizar um processo que se chama ADR (automated dialogue replacement). Desse modo você pode inserir novo áudio em um diálogo com defeitos. De tal forma o espectador não percebe que é de outra gravação.

Sabia que?

Em Game of Thrones, quase todos os diálogos estão gravadas com ADR, como em muitos filmes e seriados de tv. Por causa do barulho no set os actores têm que regravar todos os seus diálogos no estúdio. Por outro lado muitos diretores prefiram usar o diálogo captado no set por motivos económicos ou artísticas. Certamente se poupa o ADR assim, porém o trabalho de restauração de áudio aumenta muito!

áudio pós-produção orçamentos

Calcular o orçamento de áudio

Como calcular o orçamento de áudio para filmes e tv, primeiros passos.

Do orçamento total, destinar dez porcento para o áudio seria um valor aproximado. Isso inclui captação e pós-produção. Em seguida vamos olhar:

5 fatores que influenciam no orçamento de áudio para filmes e tv.

1 – Orçamento total 

Primeiro você precisa saber o orçamento total do filme ou séries de tv.

Se temos R$ 1 milhão para uma longa-metragem, aplicando dez porcento, temos R$ 100.000 para áudio. Apesar que, dez não seja o orçamento final, serve como uma guia para começar o cálculo.

2 – Gênero

Um filme de ação ou muitas cenas com efeitos sonoros vai precisar de maior orçamento que uma drama com poucas cenas. Da mesma forma, animação requer gerar todo um mundo sonoro já que não existe nada.
Assim que o roteiro vai guiar você na quantidade de tempo que você precisa para Sound Design e Foley.

3 – Trilha sonora

Uma orquestra aumenta a qualidade percebida do filme e aumenta as emoções como nada mais. Em contrapartida é mais custoso que usar uma instrumentação mais simples. Mesmo que uma orquestra seja caro, usar uma música de um artista conhecido pode sair muito mais caro. Posto que a regra é que usar mais músicos aumenta o valor duma trilha, você pode escolher um compositor que consegue elaborar a música conforme seus desejos, expectativas e orçamento.
Agora utilizar uma orquestra não é tão caro como você pode pensar. De fato, venho trabalhando com vários orquestras em Europa e temos conseguido resultados fantásticos por um preço razoável.

4 – Duração. Mais minutos, mais $.

A duração afeta diretamente o tempo que você precisa para a captação e pós-produção do filme. De tal forma que um filme de 120 minutos precisa 50% mais de tempo que um filme de 80 minutos.

5 – Formato

Cinema $

A qualidade de som no cinema é muito melhor que na tv. Ao mesmo tempo, as freqüências reproduzidas, a faixa dinâmica e o silêncio são muito maiores.  Como resultado, você vai precisar trabalhar numa estúdio de áudio calibrado para cinema. Sem dúvida você precisa mixar olhando uma tela de projeção e não apenas um tv grande. De fato, o tamanho da imagem está ligada ao tom e intensidade do som.

Televisão $

Ainda que você finaliza em 5.1, a televisão não requere tantos mimos como cinema. Do mesmo modo, não deve utilizar um projetor para as mixagens. No entanto, as exigências das emissoras são rígidas e você precisa ter muito cuidado na entrega dos arquivos. Assim que você necessita de boa qualidade e muita atenção aos requisitos de entrega.

Internet $ (youtube e Vimeo).

A qualidade ainda é importante, bem como entender que você deve finalizar para celular, laptop, fones de ouvido e televisão. No entanto não existem exigências de entrega além do tipo de arquivo.

Mas se meu filme é de baixo orçamento?

Ao contrário do que você pode pensar, filmes de baixo orçamento precisam de maior porcentagem para áudio. Mas porque? Em primeiro lugar, porque uma hora de um filme de grande orçamento e igual a uma hora de um filme de baixo orçamento. A duração não muda conforme o orçamento. Em segundo lugar, porque você precisa trabalhar com profissionais. Ainda que eles entendam que seu filme é de baixo orçamento e busquem ajustar os preços, tudo tem um limite. Por último, o público aguenta má qualidade de imagem melhor que má qualidade de som. Assim que cuidado para não gastar demais na imagem e de menos no som!
Seja como for, ao calcular seu orçamento de áudio, lembrar de deixar algo para imprevistos 😉
Se você quer saber mais, explico como interagem os serviços de captação e pós-produção aqui:

Orçamentos e as 7 etapas da produção de áudio para filmes e tv.

Qualquer dúvida, favor entrar em contato. Ficamos á disposição!

mixagem 5.1

Orçamentos e as 7 etapas de áudio

Orçamentos e as 7 etapas da produção de áudio para filmes e tv.

Neste post explico como interagem os principais serviços de áudio para filmes e tv.
Se você ainda não viu: Como calcular o orçamento de áudio para filmes e tv, primeiros passos. Sugiro que você dê um olhada antes de prosseguir. Assim você vai ter um valor aproximado para dividir entre os diferentes serviços.

Antes de tudo é importante lembrar que os profissionais faturam a base de tempo.

Para cada serviço a continuação, pense no tempo necessário para obter o resultado desejado. No final, tudo é um compromisso.

As 7 etapas da produção de áudio:

Filmagem

1 – Captação:

O tempo necessário é o mesmo que para filmagem. Assim se você vai filmar por duas semanas, calcula duas semanas de captação. Então orçar o técnico de som, microfonista(s) e aluguel de equipamento para este período.

A dica:

A qualidade da captação afeta tudo. Se for mal captado você vai ter que arrumar-lo depois, seja fazendo ADR, Foley ou investindo tempo em remoção de ruídos. Por isso e importante procurar o melhor profissional disponível.

Pós-produção

2 – Edição de diálogos

Procurando a melhor toma, limpando e polindo o diálogo pode necessitar de uma a três horas por cada minuto de filme. Isso inclui tempo para Sound Design para sons ambientes ou backgrounds (item 4 abaixo).

3 – ADR 

Você pode prever se vai necessitar ADR olhando o roteiro e onde você vai filmar. A menos que o set de filmagem seja muito barulhento, pode ser que não precisa fazer ADR. Por outro lado uma vez que você já captou a cena, pode ser que depois decida mudar a interpretação. Por tanto é bom reservar algo do orçamento para ADR se puder.

4 – Sound Design 

O gênero vai guiar você em quanto tempo você precisará para efeitos de som. Mais ação pede mais Sound Design. Contudo lembre que sempre é necessário criar sons ambientais. Por isso estude o roteiro e calcule quanto Sound Design precisará. Caso você consiga gravar os sons de ambientes durante a filmagem pode poupar algo de Sound Design. Os formatos preferidos para gravar ambientes são: Double M-S, M-S estéreo, estéreo e mono. Nesse ordem.

5 – Foley

É provável que precise gravar sons que não foram bem captadas no filmagem. Certamente você vai precisar de algo de Foley para filmagens e muito para animações!

6 – Trilha sonora

O outro diálogo do filme. Acima de tudo é o portador de emoção. Embora você possa adquirir músicas de livrarias, o melhor é contratar a um compositor. Dessa forma você pode conseguir um ótima trilha sonora por um preço similar a um licença de música de livraria. Ainda que músicas de livraria são económicas para usar em festivais, licenças para filmes e tv não são. Acima de tudo jamais usar uma música sem ter uma licença por escrito. O barato pode sair muito caro!

7 – Mixagens

O tempo necessário para mixagens depende de como estão preparados os diálogos, música, efeitos e ambientes. Se você tem excelentes pre-mixagens, pode mixar até trinta minutos de filme por dia. Ainda que o mais normal é mixar entre cinco e dez minutos por dia. Além disso você vai precisar de mais dois dias para preparação, ajustes é copias. 

A importância da comunicação da equipe

Todos trabalham melhor quando sabem o que pedir e o que precisam entregar. Colocar as diferentes equipes em contato antes de começar a filmar é uma ótima maneira de obter um som melhor.
Qualquer dúvida, favor entrar em contato.

Ficamos à disposição!